sábado, 12 de fevereiro de 2011

Bonecos Animados

Já alguma vez viram a cara de um mecânico quando ele abre o capô de um carro e nota que um amador andou a mexer no motor? Já repararam a repugnância que ele demonstra por saber que antes dele, um brincalhão mexeu tão à toa que o trabalho dele triplicou-se?

Pois então, eu fico assim sempre que me deparo com uma Mulher que envolveu-se com um Boneco!

Sempre que se referir à um homem com atitudes infantis, que mal sabe tratar uma mulher, não tem pegada na hora do beijo ou não tem mesmo pegada alguma, falece de capacidades sedutoras, não se importa com os seus interesses, te banaliza, só tu é que pões combustível na relação, por favor, não exite em chamá-lo de boneco.

É incrível como a acção dos bonecos têm jeopardizado a imagem dos homens, dos verdadeiros homens. De onde eles saem? Eu também não sei. Apenas sei que eles vêm com frescuras tais como a dificuldade em aceitar que foram rejeitados, atiram-se ao chão, fazem um show terrível como se fosse um caos; só fazem porcarias quando se relacionam com uma mulher e estragam toda e qualquer possibilidade de uma posterior ou presente conquista. Isso tudo numa tacada só, e lá saem as mulheres a acharem que os homens são assim.

Agora, explicações à parte e sinceridade em cima da mesa: Vamos Lá Ser Sinceros!

Mulheres parecem preferir bonecos. Não conheço nenhuma mulher que não tenha passado na mão de um boneco (se existir, por favor deixe a sua dica no nosso chat). Outras até tentam transformar os seus bonecos em humanos, mas essa metamorfose daria em Pinóquio (e essa estória já conhecemos). É quase raro encontrar uma que tenha tido um homem logo de primeira, têm que passar antes numa KariBrinca.

Se eles dessem esse show de borboletas longe dos holofotes, tudo bem. Mas não é isso que acontece. E como já sabemos, as mulheres carecem do dispositivo detector de bonecos. Depois de passarem por grandes peripécias com os seus bonecos, querem vir falar que os homens não prestam, porquê que os homens são assim; outras então dizem que nunca se prenderam nas artimanhas de nenhum homem. Minhas Santas, vós não estais falando de homens mas sim de bonecos.

Isso irrita bastante, as frequentadoras da AMDP (Associação das Mulheres com Dedo Podre) já nem se fala. Desde os seus 13 anos só a escolherem mal são as maiores promotoras dos bonecos, e com o passar do tempo só melhoram, ou seja, escolhem cada vez pior.

Quando uma bonecalista conhece um homem de verdade, nota mesmo a diferença, mas prefere achar que ou ela está errada ou ele é especial. Nada disso, pela primeira vez estás a provar vinho do Porto é óbvio que não terá o gosto de Vinul, Gaivota ou Folha Larga.

Já nós homens ficamos muito chateados porque os brincalhões não mexem só no motor delas, vão até na parte eléctrica. Trabalhamos dia e noite, elas acham que as avárias foram causadas por alguém que entendesse da matéria. E depois de arranjarmos todas as avárias, os bucéfalos nem mandam um cartãozinho no natal a agradecer a intervenção.

Um homem sabe que após comer o bife, limpa a boca ao guardanapo e logo em seguida come o guardanapo também para não haver provas. Sabe que em conversa com os amigos nem toda parafernália que se falar é para praticar com a sua Eva. Um homem sabe ser homem.

Amados bonecos não nos forcem a apelar ao Stephanopoloidis - Deus da Chapada, por isso, deixem de brincá cô a vida e assumam que são bonecos, nós "tamo mbora" a comportar-se como homens, e vocês?...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Motive-me com o seu comentário!