segunda-feira, 11 de maio de 2015

David Beckham

Era suposto entrar aqui a cumprimentar, mas só o faço quando me dirijo à pessoas dignas do meu respeito. O que evidentemente não é o caso aqui! Muito sinceramente, eu já não sei o que fazer com essas borboletas masculinas que têm sobrevoado o nosso espaço aéreo livres, suaves, frágeis e coloridas demais.

Quando tudo começou, era suposto ser só físico. Diziam que todos aqueles que se opunham às transformações capilares, dérmicas e ou comportamentais, eram não só retrógrados, mas também, preconceituosos. Eu admito que durante muito tempo julguei que fosse mero preconceito. "Afinale memo" não! Os "kotas" tinham razão... Esses costumes "mundelo-beckhaniano" não ficavam pela superfície física. Eles migravam e impregnavam-se na alma, hábitos, costumes e na psique do homem.

É com lágrimas nos quatro cantos dos olhos que hoje vemos que os homens são as garinas! São eles quem dão trabalho. Homens frutificaram-se e enquanto as mulheres se "masculinizam," os homens se "frutabilizam!" Frutabilizam, sim... Aquilo nem é afeminar! Em pleno século da saia curta, era das sem cuecas porque a tanga não pode marcar no vestido, são os homens quem dizem ter dores de cabeça, são eles que destratam as mulheres porque têm "problemas pessoais!"

Ora, Vamos Lá Ser Sinceros nessa lenha!


Um macho "memo," um ser de punho e pujança, do nada, mas do nada mesmo, deixa de falar com uma mulher por estar a passar por momentos difíceis?! Oh "sô mô" ser de algodão doce, a "tala" dama só deve falar contigo quando as águas estão calmas? Sério, que hoje a desculpa dos "bradas" para desmarcar duma dama é essa? Um tropa treinado para as frentes de combate não sai de casa por causa do cabelo?! Como é possível esses homens andarem mais arrumados que as mulheres?!
Seres que foram arquitectados para serem trogloditas entraram de cabeça nos cruzamentos do David Beckham e hoje já não saem. As damas andam solteiras porque já não há wis com atitude no mercado. Gajos que chegam, seguram "cô" pegada e no dia seguinte não saltam da janela como se fossem umas galinhas procurando a via escapatória para a sobrevivência. Mas também, bem feito! Não queriam esses indivíduos que embrulham a roupa antes de engrenar num "tundimbo"?... Agora está aí o resultado... A relação que era "hetero" ficou lésbica!

Nos dias da natural anormalidade das coisas é comum perguntarem:
- Vocês curtem e até se dão super bem. A vossa conversa flui, mas a dada altura a outra pessoa muda. Já não liga e nem aparece com a mesma frequência. Aí, você pergunta o que se passa, combinam de conversar e a pessoa não liga. No dia seguinte, ele manda uma mensagem com aquele bla blá blá de que estou com muitos problemas de nhé nhé nhé e ah porque desculpa. Você pausa e uns dias depois a pessoa envia uma mensagem querendo te ver. Qual deve ser a resposta para essa pessoa?

Responda sempre paulatinamente e muito calma o seguinte:
- Não sou a sua mãe e isso aqui é vida real e não uma novela, seu pastelzinho. Liga-me apenas em caso de emergência e dentro do horário da função pública!

Esses cães ficam a ver muitas novelas e acham que a vida deve ser abordada e gerida dessa forma.
Vou mesmo já vos abrir o jogo: Isso é "jajão" dos energúmenos que vos têm como plano B e não estão a conseguir gerir o plano A. Por isso, vêm ter convosco apenas quando lhes dão uma brecha ou quando o plano A está a comportar-se mal. "Ah porque tinha coisas..." Né nada! "Num" tinha nada! Ele quer que tu sejas a "chocotona" dele... Aquela dama que ele não precisa ligar durante um mês, mas quando aparecer, tem o seu "tundimbo" bem legalizado e garantido.
Esses meus parentes querem receber o lucro das duas cantinas mas só ter que gerir uma, no entanto, ele espera que a cantina abandonada seja autónoma!
Minhas caras, saibam que se ele alega alguma "maka" mas ainda assim consegue ficar de pé, ele não está doente. Ele apenas quer tirar o pé, fugir ou te meter no "borso!" Macho doente é aquele está em coma! "Né" essas "procarias" que vocês andam a lidar "cô ele!"

Alguns dirão que isso acontece. Pois então, se essa situação é verídica, então esses homens começaram a sangrar mensalmente. Quem diria que os homens um dia iriam menstruar?! Nem "Tata Nzambi" no auge da sua imaginação, enquanto criava a vida, previu tal efeméride.

Eu sei que as mulheres hão de ler isso e pensar que com ela foi diferente. Não vão acreditar, vão querer dar mais uma chance sentindo-se poderosíssima por ele ter voltado. Olhas para o espelho e a sensação de vitória vislumbra em ti, mas de que te adianta essa vitória se o teu wi é um Beckham que só sabe mexer no cabelo, aparecer e gingar mais do que tu?!

Um assobio meu!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Motive-me com o seu comentário!