sexta-feira, 22 de julho de 2011

Matrix

O primeiro soco no estômago, o primeiro bico do peito, a primeira chapada da cara e a primeira cotovelada no diafragma de qualquer relação é dada pelo movimento mais famoso do Matrix.
O movimento é tão lento, mas no entanto brusco, que se tornou no primeiro passo a seguir na hora de começar a assassinar um namoro. Este método é aplicado universalmente.

Se no filme Neo, agente Smith e Trinity esquivavam balas em câmera lenta, na realidade o seu namorado ou a sua namorada (as grandes protagonistas desses movimentos) esquivará com a mesma habilidade, lentidão e precisão no movimento o seu beijo.
Apartir deste momento não há mais nada a dizer. Ponha a mão no coração porque é muito necessário absorver a dor com a mão também, seu peito não vai aguentar tudo sozinho e retire-se do local. Sua relação acabou. Não peças por mais facas, golpes ou tiros da cara. Afinal de todos os movimentos executados no filme, esse é o menos destrutor, porém lindo de se ver.
O meu conselho é o seguinte: No momento em que tal acto acontece, "num" se mente só, fica "memo" triste, rir só vai piorar as coisas. É muita dor para gastar com um riso no rosto. A sensação é a mesma que levar um pontapé nos testículos. Outro conselho, evite beijar com os olhos fechados se a sua relação estiver meio conturbada.

Eu gosto de ver os azarados em acção. São aqueles que vão ao encontro da amada e tentam beijá-la com os olhos fechados... "Mô" irmão, "num brincá cô vida". Ele dá o primeiro beijo, passa de raspão. Não acredita que falhou dá o segundo, a dama também lhe rebenta o movimento de lado e o madiê falha novamente o alvo. O coração dele começa agora a bombear bwé de adrenalina e ele abre os olhos (essa é a parte predilecta das angolanas); ele encosta com cautela, ela finge não ver, quase a bater na parede labial e aí temos o que esperavamos ver acontecer desde o início do filme, algo extremamente extraordinário, aquele movimento que deixa qualquer agente Smith desesperado: Ela olha para os olhos dele e trava a bala (beijo)! Ali o "tropa" começa a rezar para o filme acabar, o género do filme muda rapidamente de acção romântica à terror demoníaco.

Quando és submetido à uma do Matrix, apartir daí você já sabe que a estrada asfaltada do teu relacionamento acabou. Agora estás em terrenos esburacados, terra vermelha e para a tua desgraça, estás a conduzir um Toyota Starlet. Nem a 10 Km/h salvarás o carro das atrocidades que te esperam nessa via (as coisas só vão piorar "uê"). Tenha um pouco de dignidade e bom senso. Saia do carro e espere um jeep passar, ou seja, saia da relação em que estás e procura outra.

É de realçar que este movimento é amplamente executado sobre os atrevidos com baixo poder de sedução e alta dose de burrice.

Para você que já apanhou, irás concordar: Mil vezes te darem uma dessas entre quatro (4) paredes do que com testemunhas. Vamos Lá Ser Sinceros. Ali (com testemunhas), é onde se vê quem é rápido a se sacudir da poeira. É muita vergonha, o pior é que quem está presente também fica envergonhado. Parece que todo o mundo já sabia que iriam te esquivar, excepto você. É tipo corno! Mas será que a namorada não pode poupar o actual e brevemente ex-namorado desse desprazer e aplicar-lhe a finta noutrora?

As mulheres, como já sabemos, não sabem reagir bem ao movimento. Tiram o brilho do acto, emocionam-se demais e começam a chorar logo ali; fazem com que se pareça com um desastre, senão um holocausto mesmo; têm um grande mal portar.
Caro Neo, pense muito bem na hora de meter o beijo da tua dama em câmera lenta. Cuidado "cô" a vida. As consequências podem ser das mais drásticas.

Mas atenção:
Apenas siga o meu conselho se estiveres a lidar com uma mulher, porque se for com uma angolana... Temos a mesma resposta dada no filme pelo agente Smith: It's inevitable Mr. Anderson - É inevitável Sr. Anderson. Obviamente não temos como evitar o incidente; apenas esperar que aconteça.

2 comentários:

  1. Cie os teus posts s sempre mto divertidos...

    ResponderEliminar
  2. Loooool
    Vou passar o dia todo a ler os teus post. É demaisssss!

    ResponderEliminar

Motive-me com o seu comentário!