quinta-feira, 17 de abril de 2014

Game Over... Press Continue!

Caso estejas perdido, veja o replay

Mas verdade seja dita: As irmãs têm razão de estar solteira. Vocês não são cativantes. Dicas "fatelas" desde manhã até a noite.

Um dos erros crassos que muitos homens cometem é investir bastante na lábia. Tal como um jogo de xadrez que se divide em abertura, meio e finalização; vários homens ainda perdem muito do seu tempo aprendendo e memorizando jogadas de aberturas. Fixam-se muito na ideia de descobrir um abracadabra, um conjunto de palavras que seriam capazes de abrir rios e vales para que pudessem atravessar sempre que pronunciadas nos ouvidos de suas vítimas.

Meu amado irmão, atenção! Esse método está mais do que provado que não funciona, ou pelo menos, não é dos mais modernos. Não existe nenhum "chacho" nesse mundo que te coloca cara à cara com a baliza de uma mulher! Não mesmo! São fachadas misturadas com fantochadas que não levam à lado nenhum. A mulher logo percebe que está perante um inútil, pois as ideias transmitidas estão abarrotadas de clichés.

"Vortando" à analogia do xadrez:
- Não existe nenhum jogo nesse mundo que emule melhor a vida real e os jogos de sedução do que o xadrez. Apesar de todo jogo seguir o fluxo de abertura, meio e finalização. No xadrez ensina-se e solidifica-se as finalizações antes de qualquer outra coisa. O mais importante é o xeque-mate, por isso, é crucial que reconheças uma situação de xeque-mate mesmo que te acordem com uma bofetada das vistas. Não importa o ângulo, posição ou circunstância, ao olhares para o tabuleiro, tu tens que dizer para ti mesmo: Já está!
O jogo segue sempre um fluxo de abertura, meio (desenvolvimento) e o mais eficiente finalizará. A capacidade de reconhecer um jogo ganho ou perdido bem antes do tempo (nem que se concretize após 20 jogadas) é que difere um craque de um pincho amador. Logo, podes perceber que a bem ou mal, o jogo não cai para o xeque-mate após 3 jogadas; mas há um desenvolvimento paulatino até o momento em que se começa a criar vulnerabilidades no jogo da adversária. Nesse momento estás na fase do jogo chamado de meio. O meio é a porta que leva à finalização. Nessa fase de jogo, o intuito é levar o jogo à uma situação de finalização já memorizada. Ou seja, tu observas o estado do jogo e pensas: Preciso fazer esse jogo ter a configuração z que ficaria mais fácil se eu ficasse com as peças x e ela com as peças y. Assim, vais implementando as estratégias para conseguir o que queres mas sabendo de antemão o que fazer quando a oportunidade surgir.

A abertura conta sim, mas de que adianta ter uma boa abertura se não consegues fazer a transição de abertura-meio e meio-finalização? Por permitir maior controle das posições vantajosas no tabuleiro, talvez isso faça com que os aprendizes se concentrem e procurem sempre aberturas que deixariam-lhe numa vantagem clara. No entanto, esse approach de entender aberturas, não ajudará em nada. E é aí onde tudo se liga na hora de seduzir uma mulher.

Por isso, Vamos Lá Ser Sinceros:

Ao fazeres uma boa abertura, o meio e a finalização têm que ter o mesmo impacto e contundência. O que quer dizer que a mulher espera uma performance excelente pela forma "excelente" com que te apresentaste. Não é uma boa ideia fazer uma grande abertura visto que deves controlar as expectativas da adversária. Se chamares muita atenção logo de primeira e não tiveres fibra suficiente para manter o ritmo... Game over! Logo, vá surpreendendo nas "carmas," sempre lentinho na aproximação mas rápido no ataque!

Bem antes sequer do seu alvo olhar para ti, tu já tens que saber exactamente como vais finalizar. Para isso, é fundamental que além de reconheceres as situações claras de golo, tenhas atitude.
Na verdade é melhor ter atitude antes de qualquer outra coisa. Atitude é aquela coisa que além de te diferenciar dos demais, fará a transição meio-finalização, é o único elemento que transformará o nada em tudo. Uma das coisas que mais tem dado dores de cabeça às mulheres é a falta de atitude nos homens. Essa falta de atitude se mistura à falta de pegada. Há muitos bonecos por aí que carecem de caldo Knorr. Falta-lhes sabor! A dama até tem vontade de lhes atirar um pouco de fuba para ver se engrossam um pouco.
Esses homens são providos de mãos leves. Quando pegam uma mulher, ela mal consegue viajar durante o beijo porque não sente firmeza, "katé" sente medo de se deixar levar senão ainda cai porque o "madiê" tem mãos de pluma. E nem adianta pensar que ginásio resolve esse grave problema. Isso faz parte da finalização, tens que tê-lo bem sólido no teu "game" antes de tentar "pulular" numa mulher.

Agora a pergunta que não quer calar, mas "antão," onde é que posso arranjar essa pegada?
- Meu amigo, a pegada é fruto, como já disse, da sua atitude mais o seu conhecimento sobre geometria corporal. Mão direita na cintura e esquerda no pescoço é um bom começo, porém, aconselho a procurar uma amiga muito chegada e pedir uma formação técnica para melhorar a tua performance. A pegada "né" só voom pá já está! Inclui também olhar, respiração e "timing."

O beijo tem que estar afinado, tens que ter aquela sensibilidade para sentir como aquela mulher quer ser beijada e não apareceres com as tuas ideias da porcaria, ficar aí a meter a língua dentro do ouvido da dama como se quisesses sentir o sabor daquilo que ela ouve; ou beijar os lábios como se estivesses a comer "matete;" ou beijá-la e ficar estagnado como se tivesses gesso nos braços. Por essas e outras é que não vos sentem lá saudades!
Entretanto, se não tens confiança no teu beijo ainda, eis a dica: Feche a página e me desapareça daqui! Matulões com problemas de base, ninguém atura!

À medida que vais lendo esse texto, a forma como abri, já não importa tanto assim agora que estou no meio. Se calhar já nem lembras bem como comecei. O mesmo acontece durante o jogo entre homens e mulheres. O chamado "chacho" deve ser substituído por ideias e características atraentes para permitir-te chegar ao meio e assim trazeres as coisas para a finalização. Tens que ter uma certa bagagem em como surpreender uma mulher, como fazê-la especial, como ler as reacções, e por aí vai... Entrementes, isso não quer dizer que vais conseguir todas que quiseres; mas a que conseguires, vai te sentir! Vai saber "memo" que tu "nés" tipo esses "wis" básicos de se coçar que só sabem mandar flores em datas de aniversário e dia dos namorados. Isso é para garantir que o teu "game" por mais "overs" que houverem, tenha sempre um "continue."

De nada adianta ter um parlapiê adornado de palavras transcendentes se a tua atitude é quimérica. Mulheres suportam tudo, mas tudo mesmo, menos homens que "mayam." Mulheres não toleram "mayadores." Ela não vai querer saber quem és (penso que é acordo mútuo extinguirmos as caça-níqueis), de onde vens e quão bonito tu és. Se ela deixar a porta destrancada e tu não teres a coragem de girar a maçaneta... "Bao bao!" Ela não é a tua mãe para te ajudar a enfrentar os teus medos. Tens que entrar a pontapear tudo na vida dela. Nada dessa cena de ficar fora do quintal a bater palmas gritando "ndá nlicença." Saiba que se ela não te quisesse, tu não terias chegado até ao ponto de pedir licença para entrar. Mas panacas como são... Ficam aí a fazer todo o tipo de besteira menos a de entrar e agarrá-la pela cintura, descarregar um mega beijo naqueles lábios enquanto a outra mão desce do pescoço, passa pela espinha em direcção a bunda, aí paras, olhas nos olhos dela e dizes: Podes me bater! E aí, meu caro, celebre, "game on!"
Não sejas parvo em achar que com todas será assim. Foi só uma forma de exemplificar o pior cenário possível. Se ela não estiver afim, a tua tentativa de beijo vai durar 1 segundo e vais sofrer 20 minutos de agressões físicas e verbais que te deixarão no chinelo. Ou seja, mulher não baixa a guarda a toa. Saiba perceber quando as defesas foram removidas de propósito.

A regra é sempre ser lento na aproximação e rápido no ataque. Ela quando assustar já bateste o pênalti. Como é que vais ser rápido no ataque se não sabes atacar? De que adianta ter uma abertura excelente se não sabes o momento certo em que deves mudar a táctica? O estudo e compreensão dos sinais luminosos femininos devem ser uma obrigação. Precisas entender quando ela está a fazer aquele vermelho-esverdeado, quando é um não administrativo ou um não definitivo. Isso tu não aprendes mandando boca... Isso é consequência da sua garra e atitude "testosteronal!"

Quando for natural fazer bem as coisas; como vais começar a fazê-las não importa desde que saibas como levá-la à tua zona de conforto e continuaremos num próximo texto!

20 comentários:

  1. Adoro. Adoro. Adoro.

    olha sugiro que fales com uma lésbica para aprofundar aqui as dicas para passar nesses niggas que ainda não sabem como beijar/handle uma mulher, há pessoas que so vão com um "kissing guide for dummies" hahah

    O producto final ficou superb.

    @nettecris)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahahahahahaha... Sempre malvada, @nettecris! Quem sabe um milagre ajude a resolver as makas dos nossos irmãos.

      Eliminar
  2. A falta de atitude é que me deixa de boca aberta!
    Eu fico tipo: QUEM É O HOMEM AQUI????
    Uma gaja tem que deixar bwé de pistas, praticamente manual já... :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E podes crer que a maioria não lê manuais. São achados demais!

      Eliminar
  3. A minha velha diz "se ele não sabe, tu ensinas!", mas certas coisas são mesmo problemas de base e não há mulher que tolere isso por muito tempo.

    ResponderEliminar
  4. Hahahahahahahahahahahahshshshshsh as vezes mesmo com pistas não apanham nada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembre-se que há mulheres que não têm dom algum em deixar pistas!

      Eliminar
  5. Muita inteligência partilhada aqui!!!
    👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

    Focal and LOL point:

    Entretanto, se não tens confiança no teu beijo ainda, eis a dica: Feche a página e me desapareça daqui! Matulões com problemas de base, ninguém atura!👈

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hady, muito obrigado pela tua visita e espero que passes sempre bro!

      Eliminar
  6. Quando mais novo minha uma dizia: Meu cassule o beijo é o "TEU CARTÃO DE VISITA". However, fa-lo bem para que nem que o Game Over haja sempre um press continue. E ah, mulheres tiram conclusões pela PEGADA ! 💪

    Parabéns pelos textos Mauro Sérgio.

    ResponderEliminar
  7. Hahahahahahahhahaa bem escrito; ri até lagrimar. É uma pena que muitos até sabem a teoria mas ainda assim na prática a coisa é outra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bom saber que acima de tudo alguém riu. A teoria aqui discutida é pra ser colocada em prática. Irá falhar mil vezes mas na milésima primeira vez se ajustará!

      Eliminar
  8. Adorei os textos, é a primeira vez que passo, mas com certeza não será a ultima. Bjs
    Lukenyingles😘

    ResponderEliminar
  9. oooolha! hahaahahahah este é o cenário que melhor abriga a frase "Mayar é crime (e a pena é o Game Over)".
    Fale só com esses wis que ficam a reclamar da Friendzone ya? Quem está lá é porque merece estar. Se tivesse xaxo ou pegada não cairia lá. Lhes diz pra voltarem pra a academia, que não é reclamando que se conquista uma mulher.

    ResponderEliminar
  10. " se tudo fosse uma questão de "xaxo" ou "pegada" era tudo mais fácil.., poís a teoria resolveria parte do problema e a experiência ou anos de vida na "mulherenguisse" completariam. No entanto, esse "jogo de xadrez" que é a vida humana exige algo mais... o segredo..ah!.. esse ainda não foi divulgado! Críticar os incompetentes na práctica da conquista e finalização não é suficiente. Tem que arrastar para lama as figuras príncipais nesse cenário.. "as fingidas ou falsas inocentes" que fazem desse jogo responsábilidade exclusiva masculina quando os "loros" adoçam a boca para colher!
    Incompetência partilhada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tenho a certeza que será um tremendo prazer tê-la aqui no Blog e interagir consigo.
      Bem, hipoteticamente não é responsabilidade masculina, mas sim de quem quer fisgar o coração de alguém. Entretanto, não é assim que acontece. Existe uma "obrigação" imposta ao homem de atacar. Ora bem, sendo assim, se ele quiser ter sucesso, seria mais fácil se não deixasse as coisas ao acaso. Nesse texto falamos mais sobre a finalização pela pressa que muitos têm em conseguir a mulher que querem, mas no entanto não sabem como tratar uma mulher. Então, a sugestão nesse texto é a de que o homem deve saber o que fazer para não desperdiçar as chances antes mesmo de criar as chances. Por outro lado, esse é um texto recorrente no Blog, esse é o segundo daquilo que pode virar uma série.

      Mas muito obrigado!

      Eliminar

Motive-me com o seu comentário!